Quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez?

 

 

Por Regis Mesquita

 

Suponhamos que você esteja em um “beco sem saída”. Pensa, pensa e não encontra solução. Está na hora de inovar, fazer algo que você nunca fez. Está na hora de arriscar.

 

Observe: quando existe uma grande insatisfação é comum buscar o diferente, buscar a primeira vez. A vida está tão ruim que é necessário focar em algo novo para manter a esperança de que algo possa melhorar.

 

E quando a pessoa está plenamente satisfeita? Ela larga o que é bom e lhe satisfaz? Ela busca o novo e abandona o que é bom?

 

O importante na vida é entrar em um estado de satisfação e plenitude. Neste estado a inovação não é o principal, apesar de ser constante.

 

Vamos entender melhor:

 

Uma sociedade que vive de gerar novas necessidades precisa de pessoas insatisfeitas, elas são ótimas consumidoras (e desperdiçadoras) de produtos (1). O vínculo nesta sociedade deve ser superficial, pois a vivência intensa estabiliza a vida.

 

Exemplo: o sujeito tem amigos legais, eles adoram jogar futebol. A amizade e o futebol estabilizam grande parte da vida deles. Porque trocariam de amigos? Será que seria agradável deixar de jogar futebol para jogar críquete pela primeira vez? Se fizessem a besteira de ficar experimentando novas opções perderiam tempo precioso para vivenciar níveis muito mais importantes: a amizade, a confiança, o carinho, o respeito, a dedicação, o apoio mútuo, a troca intensa de conhecimento e oportunidades, etc.

 

Tudo o que é “mais profundo” no ser humano acontece quando a vivência é intensa. Esta repetição/aprofundamento é fundamental para uma vida intensa e plena. Em todas as situações as pessoas devem agregar e ampliar o que é nobre para colherem mais benefícios.

 

Nobre é: amor, carinho, respeito, apoio mútuo, compaixão, compreensão, aceitação, etc. Quando existe o que é bom (como no exemplo dos amigos) o foco da vida não deve ser direcionado para o que é externo (fazer algo novo). O foco deve ser direcionado para ampliar o que é nobre. A vivência intensa se encarrega de gerar o novo.

 

Ninguém controla tudo o que acontece na própria vida

 

Ofertar sempre, para continuar vivendo bem

 

Aceitação: tempo para aprender com as situações da vida

 

O esforço mínimo está em fazer bem feito

 

A sociedade incentiva as pessoas a olharem “para fora”. Isto é muito ruim quando se torna a prioridade. Quando este olhar para fora está em segundo plano é importante. Exemplo simples: você caminha pela rua com a pessoa que você ama e fica neurótico com a segurança. A prioridade passou a ser a segurança, o que não é bom. A prioridade deve ser usufruir do amor, mas com a segurança em segundo plano. Amar envolve riscos, sempre.

 

PARE E PENSE sempre que você sentir vontade de fazer algo diferente. Primeiro você deve se lembrar do que é realmente importante para você. Pense onde e para quem poderia ofertar o que você tem de nobre. Pense em como intensificar suas amizades, seus estudos, seu apoio a alguém, seu vínculo com sua mãe, etc. As verdadeiras prioridades da vida são intensificar o amor e todos os sentimentos e atitudes nobres.

 

História real: ele gostava muito da esposa. Gostava tanto que queria levá-la para conhecer a Espanha. Ele parou e refletiu: se eu gosto tanto dela, porque gasto tanto tempo no computador? A decisão estava tomada – ele ficaria mais tempo à disposição dela. Poderia tocá-la mais, escutá-la mais, acariciá-la mais, observá-la mais, ajudá-la mais. Ele ampliou sua satisfação e o bem estar atingiu um grau muito maior (de graça e com pouco esforço).

 

O mais importante: a vida intensa abre as portas da mente. A vibração muda, as experiências interiores mudam. Valores nobres expandem a consciência, geram reações nobres em nosso corpo e nas nossas atitudes. Valores nobres geram sabedoria e produzem grande bem estar.

 

 

Frase de Confúcio

 

 

A “viagem” que dura mais e gera mais benefícios é a vida que se torna intensa por ter muita nobreza ativando-a. É a viagem de expansão da consciência, que desafoga o canal de comunicação entre o espírito e o ego, entre o que é pessoal e o que é transpessoal.

 

A inovação é superimportante. É mais importante para quem faz tudo errado ou para quem está em crise. É menos importante para quem está na vida plena. Também tem sua importância (mas menor) para quem está na vida plena, eficiente e intensa. Espíritos em evolução devem aprender, aprendizado significa mudança. Aprendemos muito com os outros, com livros, com experiências. Para quem gosta de regra: 95% de foco em intensificar a vida e 5% em inovação.

 

Lembre: a imensa maioria dos aprendizados espirituais que precisamos está relacionado ao uso intensivo do que é nobre. Esta é a razão de estarmos encarnados. Nosso corpo e perispírito foram preparados para responderem positivamente a este caminho.

 

Pessoas muito humildes, criadas em ambientes sem grandes conhecimentos, podem se tornar sábias e evoluídas. São pessoas que usaram e agregaram muita nobreza em suas vidas. Qualquer vida, em qualquer lugar, pode servir de plataforma para a conquista de sabedoria e evolução pessoal.

 

(1) O desperdício acontece assim. O sujeito jogava futebol, depois tênis, depois andava de patins, etc. Sempre comprando e abandonando os aparatos para jogar: raquete de tênis, patins, bola de futebol, etc. Cada desejo significa o abandono de algo, seja um objeto, seja um grupo de amigos, etc.

 

Autor: Regis Mesquita

https://twitter.com/mesquitaregis

 

 

Consultas e terapia com Regis Mesquita

 

 

 

Livro A Espiritualidade no Dia a dia

 

LIVRO RECOMENDADO: A Espiritualidade no Dia a dia

Este livro foi escrito para orientar o leitor do Blog Caminho Nobre na sua mudança interior.

Comece a ler agora: https://www.amazon.com.br/dp/B01LXTRN1C

 

 

 

Leia também:

 

Lei da oferta: exercícios para desidentificar do Ego

 

Ofertar sempre, para continuar vivendo bem

 

Sou o responsável para minha vida

 

Vibrações elevadas podem mudar nosso comportamento

 

Lei de Deus: o espírito evoluído se coloca no Fluxo de Deus e nele permanece

 

Instale o aplicativo DIA A DIA ESPIRITUAL no seu celular (RECOMENDADO)

 

 

Suas escolhas de hoje é que estão formando a estrada que você vai trilhar amanhã.

 

 

“A mente negativizada fica compulsivamente procurando fora dela novidades e “soluções” para resolver “seus problemas”.

Psicologia Racional

Dica de leitura:

Tem certeza de que é você quem controla sua mente?

 

 

 

Não podemos exigir que os outros sejam como queremos, pois nem nós somos. Lao Tse

 

 

 

DICA:

Gostou das imagens deste texto?

Encontre centenas de outras imagens para você usar e compartilhar.

Clique aqui (Pinterest) ou aqui (Facebook)

 

 

Direitos Autorais:

 

Os textos do Blog Caminho Nobre, escritos pelo seu autor Regis Mesquita, estão REGISTRADOS junto ao Escritório de Direitos Autorais da Fundação Biblioteca Nacional.

Siga as instruções para usar algum texto do Blog Caminho Nobre: leia aqui e evite problemas.

 

 

Textos sobre simplicidade, minimalismo, vida simples

Clique Aqui

 

 

 

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Trackback: Usufruir a vida. O que, de verdade, significa isso? « Caminho Nobre
  2. Trackback: Imagens com pensamentos do Blog Caminho Nobre para você compartilhar | Caminho Nobre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: