Cinco motivos para você aprender a parar seus pensamentos

 

Aprenda a parar seus pensamentos para sair do stress e da ansiedade

 

 

1) Viva descansado

 

O cérebro possui apenas 2% da massa corporal. Mesmo assim consome mais de 20% da energia diária que uma pessoa dispende.
 

O cérebro gera reações em todas as partes do corpo. Basta lembrar as vezes que você ficou triste e chorou. Ou das vezes que, ao rir, mexeu seus braços  e mudou suas expressões faciais. Ou o quanto sua mente e seu corpo ficaram tensos frente a uma situação de risco. Tudo significa dispêndio de energia.
 

Mas, o que realmente cansa as pessoas é que os pensamentos, quando desencadeados em sequência (1), geram muito stress. Mais

Anúncios

Estimulando a Felicidade

 

Sintonize sua felicidade. Estimule-a e viva melhor.

 

 

Felicidade não é um sentimento. Os sentimentos podem estar presentes na felicidade,  principalmente a alegria. Nela cabem até sentimentos como o medo e a tristeza.  Porque a felicidade é um “estado de espírito”. Um “estado de espírito” é  uma vivência interna que se mantém no tempo e pode persistir mesmo que existam oscilações momentâneas.

 

Traduzindo: a felicidade se mantém mesmo que a uma pessoa esteja sob a mira de um revolver. Naquele momento ela terá medo, angústia e insegurança. Tão logo passe a situação traumática, o que se impõe em sua mente é o estado de espírito da felicidade.

 

Esta característica da felicidade existe porque a mente humana consegue produzir sentimentos, sensações e percepções que permanecem e independem da realidade externa.

 

Mais

O menino que não sabe ser feliz (desejos criando sofrimentos)

 

 

Quando o ser humano aproveita seu potencial ele precisa de pouco.

 

Semana após semana, uma criança é levada para tomar passe em um centro espírita da cidade de Campinas. Ele não gosta de ir lá; ele chora, berra, reclama, diz que quer ir embora, fica infeliz, impaciente, insatisfeito, nervoso, raivoso, agitado, agressivo… É um espetáculo!

 

Vamos estudar o caso: a criança não gosta de tomar passe. Os seus pais, por sua vez, acham que é fundamental para seu desenvolvimento espiritual. Ela teria mais satisfação se confiasse nas escolhas dos seus pais. Apesar de não gostar, é muito melhor esperar algum tempo e receber o passe, satisfeito. Porém, não é esta a escolha do filho.

 

Observe bem: podemos ficar satisfeitos, mesmo quando fazemos algo que não gostamos.

 

Mais

%d blogueiros gostam disto: