Uma vida simples para ter tempo para amar. Aprendendo a criar as condições para o amor fluir em sua vida.

 

 

Tua alma quer te mostrar o caminho. Preste atenção na sua sensibilidade.

 

 

 

 

“Você sabe que não precisa de muito para ser feliz.

Mas, você não consegue colocar em prática a vida simples.

Você é prisioneiro de dezenas de “necessidades imprescindíveis”.

Cada uma delas te prende e você sai à busca para supri-las.”

(http://www.nascervariasvezes.com/2015/02/vida-simples-de-chico-xavier.html )

 

 

Um bem extremamente precioso para o ser humano é seu tempo.

A pergunta é:  você usa seu tempo com o que você considera mais importante?

Mais

Anúncios

Aprenda a tolerar um pouco de sofrimento para fortalecer sua mente. Mente forte é mais preparada para evoluir e conquistar objetivos.

 

tolerar sofrimento

 

 

A mãe de João reclamava que ele era uma criança que não parava de brincar nem para comer.

Ou seja, João sentia o incômodo da fome e não mudava seu comportamento e nem sua felicidade.

Anos se passaram e a mente de João mudou. Ele já não brincava tanto e ia até a cozinha comer com bastante frequência.

João aprendeu a não tolerar o incômodo da fome (ou do desejo de comer).

O que aconteceu com João, acontece com muitas pessoas: aprendem a viver com pouquíssima tolerância com o desconforto.

O que mudou na mente do dele?

Mais

É a privação que garante equilíbrio para minha vida

 

A privação mantém o equilíbrio da minha vida. Autocontrole.

 

 

Antes de praticar a “mentalização 29” do blog Caminho Nobre te convido a refletir com a estória de duas irmãs, Maria e Joana.

 

Maria queria aparecer diante de Deus, por isto fazia o que Deus valoriza.

 

Joana queria aparecer para todas as pessoas, por isto fazia o que as pessoas valorizam.
 
Mais

O menino que não sabe ser feliz (desejos criando sofrimentos)

 

 

Quando o ser humano aproveita seu potencial ele precisa de pouco.

 

Semana após semana, uma criança é levada para tomar passe em um centro espírita da cidade de Campinas. Ele não gosta de ir lá; ele chora, berra, reclama, diz que quer ir embora, fica infeliz, impaciente, insatisfeito, nervoso, raivoso, agitado, agressivo… É um espetáculo!

 

Vamos estudar o caso: a criança não gosta de tomar passe. Os seus pais, por sua vez, acham que é fundamental para seu desenvolvimento espiritual. Ela teria mais satisfação se confiasse nas escolhas dos seus pais. Apesar de não gostar, é muito melhor esperar algum tempo e receber o passe, satisfeito. Porém, não é esta a escolha do filho.

 

Observe bem: podemos ficar satisfeitos, mesmo quando fazemos algo que não gostamos.

 

Mais

%d blogueiros gostam disto: