Seja bem-vindo! A regra especial do Caminho Nobre

 

São Francisco de Assis: não nos falta nada. É o paraíso!

 

 

Preste atenção nesta oração:

 

Oração de Submissão à Realidade

 

Bem-vinda minha realidade querida!

Seja sempre bem-vinda!

Você que me traz as oportunidades.

Você que me obriga a sair do comodismo.

Que eu não perca tempo com a não aceitação ou com o inconformismo.

Que eu não disperse minhas energias com indignações, com sonhos ou desejos.

Que eu me ajoelhe frente a ti e me submeta.

E agradeça! Porque se eu entrar em você, se eu pisar em vosso solo, aí estarão as oportunidades.

Senhor do universo que está mais perto de mim do que o sangue que irriga o meu coração.

Se às vezes eu me sinto sozinho é porque ainda tenho que me abrir.

Se às vezes eu me sinto isolado é porque eu não me entrego em suas mãos.

Senhor, me ajude a me submeter e a ajoelhar frente à realidade.

Me ajude a dar os passos dentro dela, caminhar por este caminho e dizer que ela é bem-vinda.

Bem-vindo sofrimento. Bem-vinda alegria.

Bem-vinda saúde. Bem-vinda doença.

Bem-vindo frio. Bem-vindo calor.

Bem-vinda irmã morte.

Bem-vindo o vento, o sol, a lua, a chuva e a seca.

Seja bem-vinda a realidade!

Seja bem-vinda realidade amiga que me oferece as oportunidades.

Seja bem-vinda, pois meu espírito necessita de ti para se expressar.

Seja bem-vinda porque o tesouro que guardo em meu interior somente será despertado através de ti.

Seja bem-vinda!

Se eu te aceitar e pisar em seu solo aproveitarei as oportunidades.

Se brigar contigo, me afastarei das oportunidades que reservas para mim e manterei o que há de pior.

Obrigado!

Obrigado!

 

 

Oração praticada e ensinada por Regis Mesquita

Contato, Orientação e Terapia: regismesquita@hotmail.com

 

 

Quer receber nossos emails?

 

A cada 15 dias mandamos um email com novidades e textos especiais.

Solicite através do email de contato acima.

 

 

Conheça a área de orações do APP Dia a Dia Espiritual

Saiba mais: CLIQUE AQUI

 

 

Explicando a importância do “Seja bem-vindo”

 

Gosto de orar e meditar caminhando.

Em uma destas caminhadas de oração, o vento e o frio me pegaram de surpresa.

Sentia o vento frio batendo no meu rosto.

Fiquei incomodado e logo passei ao desejo: queria que o vento parasse.

  • O vento frio perturbou minha paz, me desfocou da oração e encheu minha mente de pensamentos.

 

Resultado?

Fiquei insatisfeito.

Minha paz e felicidade cederam lugar para a insatisfação.

 

Esta é a verdadeira fragilidade do ser humano.

Tudo o que desagrada é capaz de nos afastar dos sentimentos e ações mais nobres (no caso: orar).

 

Naquele momento, o vento frio não era bem-vindo.

O vento frio era a realidade contra a qual eu lutava.

 

  • O resultado de lutar contra a realidade foi me desviar do que há de mais belo em meu interior.

 

Naquele momento, escrevi a mentalização abaixo, que repito de tempos em tempos (trocando o vento por outro incômodo qualquer).

 

“sim, eu posso ser incomodado.

A realidade pode ser diferente do que eu quero.

Posso viver bem com vento frio ou sem vento frio.

Eu te aceito vento frio.

Seja bem-vindo!

Toque meu rosto e esfrie meu corpo.

Seja como você é.

Envolva meu corpo e me ensine a não resistir.

Que do meu coração venha gratidão e que em minha mente exista tolerância.

Seja bem-vindo, vento amigo.

Fiquemos juntos.

Me ajude a não transformar em sofrimento os pequenos incômodos que a realidade proporciona.

Me ajude a não me perder na complicação que os desejos criam.

Que meu corpo seja o depósito de boa vontade, serenidade e sensatez.

Seja bem-vindo, irmão vento.

Eu me entrego, confio e te sinto sem reclamar.

Assim ME FORTALEÇO, pois posso me manter em paz em todas as situações.

Obrigado!

Obrigado!”

 

 

Usei esta mentalização para trazer minha mente de volta para a paz.

Repeti as palavras VÁRIAS VEZES.

Meu coração foi serenando, a paz voltando e voltei às minhas orações.

Descobri, mais uma vez, como a aceitação e a paz interior tornam os incômodos exteriores pequenos e irrelevantes.

Aprendi na prática o quanto a não aceitação nos desvia das escolhas mais nobres.

 

 

Quando a pessoa foge dos desafios esperando não sofrer, ela sofre mais.

 

 

IMPORTANTE:

Você pode ter desejos. Mas, que sejam poucos e limitados.

A vida se constrói aproveitando a realidade.

Ao aproveitar a realidade INTENSAMENTE sua vida se transforma e você atinge muitos objetivos.

Tudo muda se você aproveitar intensamente o que está à sua volta – as oportunidades.

O ser humano é um desperdiçador de oportunidades que vive sonhando e desejando outras oportunidades.

O segredo é NÃO DESPERDIÇAR o que está à disposição; aqui e agora.

 

Portanto, a aceitação (o “seja bem-vindo”) é muito mais importante para a transformação pessoal do que os desejos e a vontade de mudar.

 

Traduzindo:

quer mudar? Quer melhorar?

Aprenda a aproveitar as oportunidades; todas elas.

A única forma de aproveitá-las é aprendendo a se SUBMETER à realidade (boa ou ruim) e aproveitar o que estiver à disposição.

Aprenda a não desperdiçar, porque quem desperdiça não aprende e repete sempre os mesmos erros.

 

Leia também: Estimulando a Felicidade

 

 

 

Adaptação e flexibilidade

 

A realidade traz de tudo.

Boas surpresas e bons desafios. Surpresas negativas e desafios negativos.

O problema é a adaptação e flexibilidade.

Aceitar o que é bom é fácil.

Aceitar o que não é identificado como positivo é mais difícil.

Mas, é absolutamente necessário.

 

 

Livros do Autor Regis Mesquita

Conheça e Leia

 

 

Simplicidade versus complicação

 

Caminhar e orar é algo simples.

Caminha e orar nas condições exatas de frio/calor e vento é mais complicado.

Serão poucos os dias em que você terá as condições climáticas que deseja.

 

O treino mental deve ser: usar a SIMPLICIDADE para atingir os objetivos REALMENTE importantes.

Neste exemplo os objetivos realmente importantes são:  caminhar e orar.

 

  • Ao sair da simplicidade, a pessoa entra na complicação.

A complicação dificulta ou impede as ações realmente importantes.

Ou seja, as torna mais difíceis, caras e complexas.

 

Todos os dias as pessoas podem orar.

Se complicarem com múltiplos desejos, será difícil orar todo dia.

O resultado é a DESISTÊNCIA.

 

A complicação gera desistência e falta de intensidade.

Um problemão para a vida.

 

Você, assim como eu, foi treinado para achar normal a complicação.

Nossa cultura valoriza a complicação.

Ao valorizar a complicação, o resultado é a superficialidade e a falta de compromisso.

 

  • A simplicidade é a condição para que haja intensidade e foco no que é mais nobre.

 

Lembre-se:

a simplicidade torna mais fácil viver sintonizado com a gratidão, carinho, amor, compaixão, benevolência e tantos outros sentimentos e sensações nobres.

 

  • O que você vai fazer é (comumente) menos importante do que o que você carrega dentro de você enquanto faz.

 

A meta é MANTER os sentimentos, os pensamentos e as sensações mais nobres vibrando dentro de você.

A simplicidade facilita esta vibração contínua.

 

A simplicidade começa ao aceitar e se submeter à realidade.

 

Aproveite as oportunidades que a realidade lhe impõe.

Quem aproveita as oportunidades se transforma e transforma o mundo à sua volta.

 

Leia também: Serei um aproveitador de tudo que há em mim

 

 

 

Pessoas complicadas enxergam a aceitação de modo negativo

 

Pessoas complicadas NÃO CONFIAM na simplicidade.

Por isto, desvalorizam a aceitação.

Tome cuidado, pois a aceitação é um grande facilitador da vida saudável e eficiente.

 

Três frases para você não acreditar que aceitar a realidade e se submeter a ela é igual a não fazer nada (ficar parado, inativo, sem ação, sem força, etc).

 

“Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, em breve estarás fazendo o impossível.”

São Francisco de Assis

 

“Senhor, dai-me força para mudar o que pode ser mudado…

Resignação para aceitar o que não pode ser mudado…

E sabedoria para distinguir uma coisa da outra.”

São Francisco de Assis

 

Aceitação combina com adaptação, leveza, desapego e fluir através da vida (não contra a vida).

 

Autor: Regis Mesquita

 

 

Twitter, Instagram, Facebook, Pinterest, Youtube

 

 

 

Para se aprofundar nos estudos leia o livro

 

Livro A Espiritualidade no Dia a dia

 

Saiba mais: clique aqui

 

 

Seja bem-vindo é se colocar à disposição e ir junto

 

“Você NÃO deve perder tempo com a busca do controle.

O que você precisa é servir.

Se colocar à disposição e agir com humildade e simplicidade.

Ao longo dos capítulos do livro A Espiritualidade no Dia a Dia, você aprenderá a importância de se colocar à disposição.

Essa é uma postura muito importante para que cada um saia do seu egoísmo e possa agir coletivamente (no meio social).

“Vamos juntos!” – esse poderia ser o lema de quem se coloca à disposição.”

 

Trecho do livro “A Espiritualidade no Dia a Dia

 

Explicando:

o desejo de não ter vento é a tentativa de controle.

O servir é manter a postura nobre, cultivando boas vibrações.

Para o servir é importante ir junto com o vento e o frio porque eles fazem parte da realidade.

Ou seja, ter vento ou não é indiferente, porque o importante é servir mantendo as boas vibrações através da oração.

Esta é a disponibilidade: tudo (ou quase tudo) torna-se bem-vindo porque para a Mente Neutra o importante é se MANTER SINTONIZADO com as boas vibrações.

 

Te convido a ler o livro “A Espiritualidade no Dia a Dia”.

Você terá mais explicações, mais exemplos para te orientar e exercícios para te treinar.

 

(Clique aqui e comece a ler o livro HOJE)

 

 

 

Leia também:

 

Reconheço que em mim e ao meu redor vibram forças que me ajudarão.    Mentalização 1, do Blog Caminho Nobre

 

Tudo o que não provém do espírito é sempre pequeno

 

Para a consciência seguir a lógica do espírito é preciso treinamento

 

O paradigma da montanha russa explica o porquê da sua pouca satisfação com a vida

 

Ninguém controla tudo o que acontece na própria vida 

 

 

Usarei a oração como arma de paz interior e relaxamento mental

 

 

Dica de estudo:

 

Os textos do blog Caminho Nobre devem ser lidos pelo menos 4 vezes.

Mais vale ler várias vezes um texto, do que ler rapidamente vários textos.

Os melhores aprendizados sempre ocorrem a partir da segunda leitura.

Na terceira leitura você memoriza os ensinamentos.

Depois, pratique-os com perseverança.

 

 

DIREITOS AUTORAIS

 

Os textos do Blog Caminho Nobre, escritos pelo seu autor Regis Mesquita, estão REGISTRADOS junto ao Escritório de Direitos Autorais da Fundação Biblioteca Nacional.

Proibida a reprodução! Este artigo não pode ser reproduzido por meio impresso, eletrônico ou qualquer outra forma sem a autorização escrita do seu autor (SAIBA MAIS).

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: