Seja bem vindo! A regra especial do Caminho Nobre

 

São Francisco de Assis: não nos falta nada. É o paraíso!

 

 

Preste atenção nesta oração:

 

Oração de Submissão à Realidade

 

Bem vinda minha realidade querida!

Seja sempre bem vinda!

Você que me traz as oportunidades.

Você que me obriga a sair do comodismo.

Que eu não perca tempo com a não aceitação ou com o inconformismo.

Que eu não disperse minhas energias com indignações, com sonhos ou desejos.

Que eu me ajoelhe frente a ti e me submeta.

E agradeça! Porque se eu entrar em você, se eu pisar em vosso solo, aí estarão as oportunidades.

OH! Senhor!

Senhor do universo que está mais perto de mim do que o sangue que irriga o meu coração.

Se às vezes eu me sinto sozinho é porque ainda tenho que me abrir.

Se às vezes eu me sinto isolado é porque eu não me entrego em suas mãos.

OH! Senhor, me ajude a me submeter e a ajoelhar frente à realidade.

Me ajude a dar os passos dentro dela, caminhar por este caminho e dizer que ela é bem vinda.

Bem vindo sofrimento. Bem vinda alegria.

Bem vinda saúde. Bem vinda doença.

Bem vindo frio. Bem vindo calor.

Bem vinda irmã morte.

Bem vindo o vento, o sol, a lua, a chuva e a seca.

Seja bem vinda a realidade!

Seja bem vinda realidade amiga que me oferece as oportunidades.

Seja bem vinda, pois meu espírito necessita de ti para se expressar.

Seja bem vinda porque o tesouro que guardo em meu interior somente será despertado através de ti.

Seja bem vinda!

Se eu te aceitar e pisar em seu solo aproveitarei as oportunidades.

Se brigar contigo, me afastarei das oportunidades que reservas para mim e manterei o que há de pior.

Obrigado!

Obrigado!

 

Oração praticada e ensinada por Regis Mesquita

 

 

https://www.facebook.com/ocaminhonobre/

 

 

 

Gosto de orar e meditar caminhando.

O vento e o frio me pegaram de surpresa em uma destas caminhadas de oração.

Longe de casa, sentia o vento frio batendo no meu rosto.

Fiquei incomodado e logo passei ao desejo: queria que o vento parasse.

O vento frio perturbou minha paz, me desfocou da oração e encheu minha mente de pensamentos.

Fiquei insatisfeito.

Minha paz e felicidade cederam lugar para a insatisfação.

Esta é a verdadeira fragilidade. Tudo o que desagrada é capaz de nos afastar dos sentimentos e ações mais nobres (no caso: orar).

Naquele momento, o vento frio não era bem vindo. O vento frio era a realidade contra a qual eu lutava.

Lutar e ter como resultado se desviar do que há de mais belo em meu interior.

Sinal de fraqueza!

Naquele momento, escrevi a mentalização abaixo, que repito de tempos em tempos (trocando o vento por outro incômodo qualquer).

 

“sim, eu posso ser incomodado.

A realidade pode ser diferente do que eu quero.

Posso viver bem com vento frio ou sem vento frio.

Eu te aceito vento frio.

Seja bem vindo!

Toque meu rosto e esfrie meu corpo.

Seja como você é.

Envolva meu corpo e me ensine a não resistir.

Que do meu coração venha gratidão e que em minha mente exista tolerância.

Seja bem vindo, vento amigo.

Fiquemos juntos.

Me ajude a não transformar em sofrimento os pequenos incômodos que a realidade proporciona.

Me ajude a não me perder na complicação que os desejos criam.

Que meu corpo seja o depósito de boa vontade, serenidade e sensatez.

Seja bem vindo, irmão vento.

Eu me entrego, confio e te sinto sem reclamar.

Assim me fortaleço, pois posso me manter em paz em todas as situações.

Obrigado!

Obrigado!”

 

 

Repeti estas palavras várias vezes.

Meu coração foi serenando, a paz voltando e voltei às minhas orações.

Aprendi na prática o quanto a não aceitação nos desvia das escolhas mais nobres.

 

 

Quando a pessoa foge dos desafios esperando não sofrer, ela sofre mais.

 

 

 
Lembre:

Você pode desejar algo.

Porém, pouco e limitado.

A vida se constrói aproveitando a realidade.

Ao aproveitar a realidade INTENSAMENTE sua vida se transforma e você atinge muitos objetivos.

Tudo muda se você aproveitar intensamente o que está à sua volta – as oportunidades.

O ser humano é um desperdiçador de oportunidades que vive sonhando e desejando outras oportunidades.

O segredo é não desperdiçar o que está à disposição; aqui e agora.

 

Traduzindo:

quer mudar? Quer melhorar? Aprenda a aproveitar as oportunidades; todas elas. A única forma de aproveitá-las é aprendendo a se submeter à realidade (boa ou ruim) e aproveitar o que estiver à disposição.

Aprenda a não desperdiçar, porque quem desperdiça não aprende e repete sempre os mesmos erros.

 

 

A realidade traz de tudo. Boas surpresas e bons desafios. Surpresas negativas e desafios negativos.

O problema é a adaptação e flexibilidade. Aceitar o que é bom é fácil. Aceitar o que não é identificado como positivo é mais difícil.

 

 

Livros do Autor Regis Mesquita

Conheça e Leia

 

 

 
Simplicidade versus complicação

 

Caminhar e orar é simples.

Caminha e orar nas condições exatas de frio/calor e vento é mais complicado.

O treino mental deve ser: usar a simplicidade para atingir os objetivos realmente importantes.

No exemplo: caminhar e orar mais vezes.

A complicação impede as ações realmente importantes. Ou as torna mais difíceis, caras e complexas.

Todos os dias as pessoas podem orar. Se complicarem com múltiplos desejos, será difícil orar todo dia. O resultado é a desistência.

A complicação gera desistência e falta de intensidade. Um problemão para a vida espiritual.

Durante anos a minha mente foi treinada para achar normal a complicação.

Nossa cultura valoriza a complicação. Ao valorizar a complicação, o resultado é a superficialidade e a falta de compromisso.

A simplicidade é a condição para que haja intensidade e foco no que é mais nobre.

 

Lembre-se: a simplicidade torna mais fácil viver sintonizado com a gratidão, carinho, amor, compaixão, benevolência e tantos outros sentimentos e sensações nobres.

 

O que você vai fazer é (comumente) menos importante do que o que você carrega dentro de você enquanto faz.

A meta é manter os sentimentos, os pensamentos e as sensações mais nobres vibrando dentro de você.

A simplicidade facilita esta vibração contínua.

A simplicidade começa ao aceitar e se submeter à realidade.

Aproveite as oportunidades que a realidade lhe impõe.

Quem aproveita as oportunidades se transforma e transforma o mundo à sua volta.

 

 

 
Três frases para você não acreditar que aceitar a realidade e se submeter a ela é igual a não fazer nada (ficar parado, inativo, sem ação, sem força, etc).

 

“Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, em breve estarás fazendo o impossível.”

São Francisco de Assis

 

“Senhor, dai-me força para mudar o que pode ser mudado…

Resignação para aceitar o que não pode ser mudado…

E sabedoria para distinguir uma coisa da outra.”

São Francisco de Assis

 

Aceitação combina com adaptação, leveza, desapego e fluir através da vida (não contra a vida).

Regis Mesquita

 

 

 
Seja bem vindo é se colocar à disposição

 

“Você não deve perder tempo com a busca do controle. O que você precisa é servir. Se colocar à disposição e agir com humildade e simplicidade. Ao longo dos capítulos deste livro (A Espiritualidade no Dia a Dia), você aprenderá a importância de se colocar à disposição. Essa é uma postura muito importante para que cada um saia do seu egoísmo e possa agir coletivamente (no meio social). “Vamos juntos!” – esse poderia ser o lema de quem se coloca à disposição.”

Trecho do livro “A Espiritualidade no Dia a Dia

 

Explicando: o desejo de não ter vento é a tentativa de controle. O servir é manter a postura nobre, cultivando boas vibrações. Para o servir é importante ir junto com o vento e o frio porque eles fazem parte da realidade. Ou seja, ter vento ou não é indiferente, porque o importante é servir mantendo as boas vibrações através da oração. Esta é a disponibilidade: tudo (ou quase tudo) se torna bem vindo porque para a Mente Neutra o importante é se manter sintonizado com as boas vibrações.

 

Te convido a ler o livro “A Espiritualidade no Dia a Dia”. Você terá mais explicações, mais exemplos para te orientar e exercícios para te treinar.

 

 

 
Leia também:

 

Reconheço que em mim e ao meu redor vibram forças que me ajudarão.    Mentalização 1, do Blog Caminho Nobre

 

Tudo o que não provém do espírito é sempre pequeno

 

Para a consciência seguir a lógica do espírito é preciso treinamento

 

O paradigma da montanha russa explica o porquê da sua pouca satisfação com a vida

 

Ninguém controla tudo o que acontece na própria vida 

 

 

Usarei a oração como arma de paz interior e relaxamento mental

 

 

Dica de estudo: os textos do blog Caminho Nobre devem ser lidos pelo menos 3 vezes. Mais vale ler várias vezes um texto, do que ler rapidamente vários textos. Os melhores aprendizados sempre ocorrem a partir da segunda leitura. Na terceira leitura você memoriza os ensinamentos. Depois, pratique-os com perseverança.

 

 

DIREITOS AUTORAIS

Os textos do Blog Caminho Nobre, escritos pelo seu autor Regis Mesquita, estão registrados junto ao Escritório de Direitos Autorais da Fundação Biblioteca Nacional.

 

 

Licença para reprodução dos textos do Blog Caminho Nobre, siga as instruções 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: