Tudo o que não provém do espírito é sempre pequeno

 

Elimine suas preocupações cotidianas para que o espírito se manifeste.

 

 
Por Regis Mesquita

 

A imaturidade e a falta de sabedoria são duas grandes causas de sofrimentos.

 

Se falta sabedoria, a mente cria sofrimentos aonde poderia haver paz, alegria e satisfação.

 

Por exemplo: um adolescente pode se trancar no quarto e sofrer durante horas ou dias por causa de uma espinha no rosto. Décadas depois ele dirá: “como fui bobo por sofrer por algo tão pequeno!”

 

O que mudou? O problema passou, a pessoa amadureceu e percebeu que criou muito sofrimento para si mesmo.

 

Esta é a vida do ser humano. À medida que desenvolve sabedoria, ele descobre que criou e continua a criar sofrimentos para si mesmo.

 

A imaturidade transforma o ser humano em um masoquista que fica fazendo discurso sobre qualidade de vida e prazer.

 

 

Clique Aqui 

Mais

Uma vida simples para ter tempo para amar. Aprendendo a criar as condições para o amor fluir em sua vida.

 

 

Tua alma quer te mostrar o caminho. Preste atenção na sua sensibilidade.

 

 

 

 

“Você sabe que não precisa de muito para ser feliz.

Mas, você não consegue colocar em prática a vida simples.

Você é prisioneiro de dezenas de “necessidades imprescindíveis”.

Cada uma delas te prende e você sai à busca para supri-las.”

(http://www.nascervariasvezes.com/2015/02/vida-simples-de-chico-xavier.html )

 

 

Um bem extremamente precioso para o ser humano é seu tempo.

A pergunta é:  você usa seu tempo com o que você considera mais importante?

Mais

Cuidado com a divisão da mente. Método para expandir sua consciência.

 

mente limpa

 

 

O filósofo Osho conta a estória do Mestre Nan-In (reescrita por mim):

O imperador foi procurá-lo. Ao chegar à casa do mestre, viu um lenhador cortando lenha. Perguntou se Nan-In estava.

O lenhador,  que era Nan-In, respondeu: “O mestre não está disponível agora. Quando estou cortando lenha sou apenas um lenhador. Para ver o mestre o senhor terá que esperar.”

O imperador esperou e algum tempo depois Nan-In reapareceu com suas vestes de mestre.

O imperador perguntou: aquele lenhador era você, mestre?

O Mestre respondeu: agora eu sou mestre. Enquanto cortava lenha era apenas o lenhador.

 
Mais

Simplicidade e humildade geram o bom senso

 

A humildade e a simplicidade geram uma vida muito melhor

 

 

Simplicidade e humildade geram o bom senso.

Simplicidade e humildade geram objetividade.

Simplicidade e humildade livram a mente da poluição de pensamentos repetitivos.

Simplicidade e humildade facilitam a intuição.

Tomo a decisão de acreditar na simplicidade.

Tomo a decisão de confiar que a humildade é muito eficiente.

Eu posso ter uma vida melhor sendo simples e humilde.

Confiarei nesta verdade.

Não esquecerei esta verdade.

Terei uma vida eficiente ao me manter humilde e simples.

Resolverei meus problemas com mais paz se for humilde e simples.

Confiarei nesta verdade.

 

 

Regis Mesquita

[Mentalização 26, do blog Caminho Nobre]

 

 

 

Pensamentos muito complexos são sintomas de que existe algum incômodo que a pessoa não quer enxergar e nem aceitar.

 

Observe a frase abaixo:

 

” Por exemplo, uma pessoa estava se dirigindo para um programa e pensou que queria encontrar um lugar para estacionar. Esta pessoa manteve aquele pensamento em sua mente e a próxima coisa que aconteceu foi que simplesmente havia um lugar disponível para que o carro pudesse ser estacionado”.

 

Podemos traduzir este tipo de pensamento por algo assim: “sou poderoso, eu controlo o mundo com meus pensamentos”. Muito orgulho somado à falta de bom senso: esta é a origem desta confusão mental.

 

Os pensamentos são importantes, geram vibrações e sentimentos. As vibrações são importantes, geram pensamentos e sentimentos. Os sentimentos são importantes, geram vibrações e pensamentos. Somos um todo que se complementa.

 

Neste todo existe uma parte que se destaca: o espírito. Para o espírito o mais importante é a conquista de qualidades e habilidades nobres. Por exemplo, a capacidade de vibrar e pensar positivamente independente de ter um lugar fácil para estacionar.

 

Ser simples é igual a ser objetivo, o que produz uma vida melhor: planeje sua vida para chegar cedo ao evento e, com calma, estacione seu carro.

 

Tendo paz (o que interessa ao seu espírito), você não precisa gastar seu tempo com a ilusão de que controla o mundo (o que interessa ao seu orgulho).

 

Gaste seu tempo com algo mais nobre: você pode fazer relaxamento enquanto dirige, pode cantar músicas, etc. Sem ocupar sua mente com ilusões, você pode fazer muitas coisas para aumentar seu bem estar (mantenha a mente simples e focada no que é nobre).

 

Para a consciência seguir a lógica do espírito é preciso treinamento

 

Todo bem que tu plantares será retribuído em vosso interior

 

Gerando boas vibrações para dinamizar a vida

 

A simplicidade e humildade funcionam assim: quero chegar ao local do programa às “X” horas. Até lá manterei minha mente em paz e tranquila. Resolverei possíveis dificuldades com bom senso e à medida que surgirem.  SÓ ISSO! Simples, eficiente e agradável.

 

Todavia, existe um grande desafio: confiar nesta simplicidade.

 

A imensa maioria das pessoas age de forma diferente. Buscam o que é complexo, poluem suas mentes com muitos pensamentos e agregações (leia este texto: O Ego precisa de certezas  )

 

Pratique a mentalização desta página para guardar na sua mente as regras da simplicidade e humildade. Para te ajudar a confiar na eficiência da simplicidade e da humildade te proponho conhecer o “Fator Mínimo” (clique aqui, vários textos serão abertos). Estude os textos e treine. Observe que, inicialmente, seguir o Fator Mínimo te gerará insegurança. Depois verá os resultados e terá plena certeza de que está vivendo mais eficiente (sua vida terá melhores resultados). Treine, pratique, observe.

 

Se o orgulho te dominar, você focará no desejo de controlar o mundo. Se a humildade te dominar, você focará em resolver seu problema de estacionar o carro com paciência e bem estar interior. A humildade é tão mais simples e eficiente porque ela age permitindo o desenvolvimento de qualidades úteis ao espírito.

 

A paciência, por exemplo, é uma qualidade útil para o espírito. Hoje, amanhã, depois de amanhã, daqui a 200 anos.

 

Pratique a simplicidade e a humildade! E tenha certeza: Deus não está errado quando orienta o ser humano a seguir este caminho.

 

Autor: Regis Mesquita

 

 

 

Este artigo faz parte de uma série de artigos que estou publicando cujo tema é EDUCAÇÃO PARA O ESPÍRITO.

 

 

Agradeço muito se você recomendar esta postagem no G+, curtir no Facebook, retuitar ou mandar o link via email.

 

 

 

Estude também:

 

Mutualismo e humildade: 100 trilhões de bactérias vivendo no nosso corpo

 

Eu estava no paraíso e não sabia

 

Sou o responsável pela minha vida

 

Sou o único responsável por minhas ações, atitudes e pensamentos

 

Sou uma fonte aberta que deve fluir

 

Sou mais do que meu Eu acredita

 

A importância da autoprivação para a evolução espiritual

 

Anticâncer: como o sistema imunológico reage aos sentimentos e pensamentos

 

 

Campanha:

 

Siga o Blog Caminho Nobre por email.

Na coluna da direita, você encontra um lugar para digitar seu email. Após enviar seu email, você receberá um email de confirmação com link para você clicar e confirmar sua inscrição. Após esta confirmação você receberá todos os textos que forem incluídos no Blog Caminho Nobre.

 

 simplicidade1

 

 

Os textos do blog  Caminho Nobre não podem ser adaptados ou alterados em qualquer forma. Você pode copiar, imprimir e distribuir gratuitamente os textos sem alterações, desde que sejam preservadas as fontes (nome do autor e link com o endereço do blog colocados no início do texto). Não é permitido vender ou obter qualquer outro benefício financeiro usando os textos do Blog Caminho Nobre. O uso maciço dos textos do blog (mais de 4 textos) necessita da autorização escrita do autor.

 

favoritos

 

 

Focar o presente e a simplicidade para amplificar a satisfação

 

 

 

Por Regis Mesquita

 

São nos momentos mais simples da vida que encontramos bons exemplos para explicar grandes verdades.

O sujeito foi tomar um café especial; um café caro e saboroso que raramente se dispunha a pagar o preço.

Naquele dia ele resolveu pagar caro e sentou para tomar o café especial. Sua mente, a mente reativa, estava condicionada a fugir da realidade para as fantasias e se fixar nos desejos e nos problemas. Basicamente, sua mente não estava presente enquanto ele tomava o café.

Com a mente focando outro lugar que não o ato de tomar o café, ele praticamente não sentia o gosto do café.

Essa pobreza mental continuou até a metade do copo de café. Nesse momento algo aconteceu que o tirou da fantasia mental e o trouxe de volta para a realidade do café caro que havia escolhido tomar. Mais

%d blogueiros gostam disto: