Eu sou diferente! Histórias e decisões de quem pratica o Caminho Nobre

 

 

Mente Neutra é a mente que traz a paz em meio à tempestade

 

 

Eu sou diferente, pensou ele enquanto alguns amigos insistiam para que bebesse um copo de cerveja.

 

“Eu sou diferente deles e vou continuar sendo. Meu caminho é outro.”

 

Ele persistiu em sua decisão: “vou me divertir muito sem colocar nada de álcool em minha boca.”

 

Ele havia mudado, seus amigos não. Ele estava buscando o equilíbrio em suas ações. Como? Agregando novos objetivos e desenvolvendo novas qualidades.

 

Entenda: ele bebia muito, se divertia muito e no outro dia não conseguia fazer nada. Agora ele diverte muito e no outro dia está ativo para fazer outras coisas. Abriu mão da bebida.

 

Para não beber teve que desenvolver disciplina e perseverança.

 

Ele aumentou seu contato ativo (realmente participativo) com sua família. Ele decidiu: “meus pais estão vivos, é agora que tenho que curti-los”. Ele curtia a balada, curtia os pais, curtia sem beber, curtia muito mais a vida.

 

 

Mais

Anúncios

Mente neutra (mente clara) é bem mais importante que a mente positiva

 

A verdade é sempre uma forma de respeito e compaixão.

 

 
“Tome cuidado! A verdadeira luta não é entre o pensamento positivo e o pensamento negativo. É entre a realidade e a fantasia.

 

Frase de Neil de Grasse: “nossa imaginação não é nada comparada com a incrível realidade da Natureza…”

 

A realidade é muito mais ampla do podemos imaginar. Cabe a cada um analisá-la e aprender com ela.

 

Esta é a melhor humildade: estar sempre pronto para aprender e jamais disseminar preconceitos, inverdades, pensamentos confusos”.

Mais

Neste momento eu tenho o suficiente para ser feliz?

 

Seja feliz sintonizando-se com o que há de melhor em você.

 

 
“Se você prestar atenção em você e ter como prioridade utilizar todos os grandes recursos que você possui, sua vida ganhará força, ação e superação de obstáculos”.  Regis Mesquita

Mais

Sobre como os desejos produzem a maldade

 

alienado

 

 

 

Um dos objetivos do blog Caminho Nobre é usar situações do cotidiano para explicar conceitos chaves para a vida humana que evolui.
 
Abaixo segue uma explicação sobre os motivos pelos quais os desejos podem se tornar grandes geradores de maldades.
 
Ao ler o texto abaixo peço que lembrem que vivemos numa sociedade consumista, na qual os desejos possuem grande poder. Lembrem  também do aumento generalizado da agressividade e do egocentrismo disseminado por todo o planeta.

 

Joana queria muito um peixe.

Seus pais queriam vê-la feliz.

Compraram o peixe.

Eles queriam realizar o desejo da filha. Ela queria ter um peixe.

Ninguém queria cuidar decentemente do peixe.

Onde existe tanto querer, tanto desejo, alguém vai sofrer.

 

Mais

Usufruir a vida. O que, de verdade, significa isso?

 

A distância impede um beijo ou um abraço, mas nunca impede um sentimento.

 

 

Você quer aproveitar a vida? Quero, sim senhor. Você quer curtir a vida? Quero, sim senhor. O que é curtir a vida? É fazer o que se quer. É ser feliz. É conseguir tudo o que se deseja.
 

Se você leu o parágrafo acima e se identificou com ele é melhor pensar seriamente no que você tem feito com sua vida.  Pois este conjunto de pensamentos leva a maior parte das pessoas ao sofrimento. Mesmo quem é feliz diminui sua felicidade com aqueles pensamentos SIMULADORES. Mais

Mutualismo e humildade: 100 trilhões de bactérias vivendo no nosso corpo

 

Colaboração é a base da vida. Saiba porque.

 

Por Regis Mesquita

 

O jornal norte-americano The New York Times publicou a seguinte notícia:

 

“Durante anos as bactérias foram vistas como vilãs e tidas como responsáveis por infecções e doenças. Ou seja, algo que se deveria evitar a todo custo.

 

Mas agora, sob o olhar mais detalhado de pesquisadores, bactérias ganharam um papel de destaque que vai muito além da saúde e da doença. Os 100 trilhões de bactérias benignas que habitam o corpo humano desempenham um papel vital na vida das pessoas.

 

Mais

Quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez?

 

 

Por Regis Mesquita

 

Suponhamos que você esteja em um “beco sem saída”. Pensa, pensa e não encontra solução. Está na hora de inovar, fazer algo que você nunca fez. Está na hora de arriscar.

 

Observe: quando existe uma grande insatisfação é comum buscar o diferente, buscar a primeira vez. A vida está tão ruim que é necessário focar em algo novo para manter a esperança de que algo possa melhorar.

 

E quando a pessoa está plenamente satisfeita? Ela larga o que é bom e lhe satisfaz? Ela busca o novo e abandona o que é bom?

 

Mais

Para a consciência seguir a lógica do espírito é preciso treinamento

 

Teu progresso espiritual te trará bem estar

 

 

Por Regis Mesquita

 

O ego tem uma lógica, o espírito tem outra. A maior parte das pessoas tem dificuldade de entender a lógica do espírito porque usa a lógica do ego nesta avaliação, o que é inadequado.

 

Frases de Jesus, como dar a outra face caso seja vítima de violência (veja aqui), parecem coisa de masoquista, se forem avaliadas pela lógica do ego. Mas, a lógica do espírito sabe que é de grande sabedoria e somente os que se fortalecerem conseguirão colocá-la em prática.

 

A diferença começa com o fato do ego sempre precisar se sentir no controle. Esta necessidade é tão forte, que costumeiramente (para ter a sensação de controle) o ego prefere se iludir, se enganar, criar falsas crenças.

 

Mais

Entradas Mais Antigas Anteriores

%d blogueiros gostam disto: