O menino que não sabe ser feliz (desejos criando sofrimentos)

 

 

Quando o ser humano aproveita seu potencial ele precisa de pouco.

 

 
Semana após semana, uma criança é levada para tomar passe em um centro espírita de Campinas. Ele não gosta de ir lá; ele chora, berra, reclama, diz que quer ir embora, fica infeliz, impaciente, insatisfeito, nervoso, raivoso, agitado, agressivo… É um espetáculo!

 

Vamos estudar o caso: a criança não gosta de tomar passe. Os seus pais, por sua vez, acham que é fundamental para seu desenvolvimento espiritual. Ela teria mais satisfação se confiasse nas escolhas dos seus pais. Apesar de não gostar, é muito melhor esperar algum tempo e receber o passe, satisfeito. Porém, não é esta a escolha do filho.

 

Observe bem: podemos ficar satisfeitos, mesmo quando fazemos algo que não gostamos.

Mais

%d blogueiros gostam disto: