Apresentação do livro “A Espiritualidade no Dia a dia”

 

Desenvolva sua espiritualidade de forma segura. Livro A Espiritualidade no Dia a dia

 

 

Atenção: este livro é altamente recomendado para os leitores que acompanham o Blog Caminho Nobre.

 

Caro leitor,

 

O Blog Caminho Nobre possui hoje mais de 90 textos. Somados daria para fazer pelo menos 3 livros. O problema é que cada texto toca em um assunto específico. Por isto, as pessoas me pediam para sistematizar os assuntos em um livro, a fim de ser mais fácil entender o processo de mudança da mente reativa para a mente neutra (mente clara).

 

Parte deste trabalho foi feito através do livro “A Espiritualidade no Dia a dia”. Ao lê-lo será mais fácil entender as razões para sua transformação interior e como ela deve se dar.
Mais

Meditação contemplativa: Cinco Minutos na Vida de Uma Flor

 

Meditação. Reconciliar a mente com o coração, a fim de que os dois possam caminhar juntos.

 

 

Reconciliar a mente com o coração, a fim de que os dois possam caminhar juntos.

Esta é a explicação mais simples para o efeito que é buscado através da prática contemplativa.

O exercício proposto neste texto, “Cinco Minutos na Vida de Uma Flor”, é o início da prática contemplativa.

Mais

A manhã sagrada: reorganize-se para criar um espaço sagrado de disciplina e satisfação

 

 

 

Manhã sagrada: uma hora para quem tem disciplina para cuidar de si e viver mais satisfeito.

 

 

 

É extremamente difícil escrever sobre rotina de vida. Pessoas são diferentes e suas necessidades são muito diversas.

Há, porém, muito em comum pelo fato de viverem em uma mesma cultura. Portanto, tudo que é descrito abaixo serve para todos, basta ser flexível e adaptar à sua situação.

 

  • Acorde uma hora mais cedo. Durma uma hora mais cedo.

 

O objetivo maior é: tenha uma hora de “vazio” todas as manhãs.

É um treino necessário para todos. Viver lentamente, sem permitir que sua mente seja contaminada por pensamentos, inquietações e tudo que você fará ou se preocupará durante o dia.

Não busque notícias, nem se ligue à redes sociais ou e-mails. Esteja focado em ficar no vazio. Lento. Sem buscar qualquer outra motivação que não seja se perceber.

No início será difícil. Mas, com toda certeza, este momento se tornará o mais feliz do seu dia.

Desenvolver a sensibilidade é desenvolver a intuição. Também é desenvolver a capacidade de perceber e manter o que é mais nobre em você.

Mais

Cinco motivos para você aprender a parar seus pensamentos

 

Aprenda a parar seus pensamentos para sair do stress e da ansiedade

 

 

1) Viva descansado

 

O cérebro possui apenas 2% da massa corporal. Mesmo assim consome mais de 20% da energia diária que uma pessoa dispende.
 

O cérebro gera reações em todas as partes do corpo. Basta lembrar as vezes que você ficou triste e chorou. Ou das vezes que, ao rir, mexeu seus braços  e mudou suas expressões faciais. Ou o quanto sua mente e seu corpo ficaram tensos frente a uma situação de risco. Tudo significa dispêndio de energia.
 

Mas, o que realmente cansa as pessoas é que os pensamentos, quando desencadeados em sequência (1), geram muito stress. Mais

Deixo o amor fluir para que ele molde meus pensamentos

 

emane o amor

 

 

O amor é verbo,

o amor é movimento.

A natureza do amor é fluir.

Procuro o amor que brota dentro de mim.

Quebro as resistências

e permito que ele flua.

Minha função, como humano, é retransmiti-lo.

Retransmiti-lo para senti-lo vibrar em mim

e me inebriar deste prazer único.

Emano o amor para que ele molde meus pensamentos,

energize meu corpo,

oriente meus comportamentos,

expanda minha consciência,

e desperte minha vocação.

O amor deve fluir,

o que exige de mim coragem e confiança.

 

Regis Mesquita

[Mentalização 28, do blog Caminho Nobre].

 

 

Lista com todas as mentalizações do Blog Caminho Nobre

https://caminhonobre.com.br/mentalizacoes/

 

 

As pessoas olham para fora buscando o amor.

Mas, o amor é uma força que já existe dentro de cada um.

Por imaturidade e falta de confiança nas Leis da natureza, este amor é bloqueado.

O amor é movimento; portanto, para bloqueá-lo é necessário gastar energia e construir pensamentos / sentimentos que justifiquem os conflitos internos que tiram força, sabedoria e prazer do ser humano.

Só há uma forma de bloquear o amor, gerando conflitos internos e externos.

O oposto do bloqueio é o fluir. Este fluir permite a autorrealização da essência de cada um.

O fluir do ipê amarelo gera a produção de flores amarelas. No ser humano o amor arrasta consigo as vocações e potenciais de cada um.

O amor é uma força que gera ação, concretização e realização.

O amor é a “máquina do Eu Sou”, quanto mais livre ele flui, mais ele dirige a vida da pessoa moldando-a de acordo com todos os conteúdos que existem em seu interior.

Pleno de amor, a pessoa que tem vocação para pintar se sentirá motivada para a pintura. Porque tudo que está em potência dentro da pessoa é dinamizada pelo amor.

O amor é motivador, ele gera prazer, energiza o corpo e estimula a mente. Com ele é mais fácil agir.

O amor que flui vem carregado de sabedorias. As escolhas não ficam limitadas ao conteúdo do próprio ego. Quando o amor flui existe uma somatória do conteúdo do ego com a sabedoria  que o amor carrega. O que aumenta a possibilidade de comportamentos e decisões mais eficientes.

O amor que flui gera muito prazer. Ao contrário do amor que se fixa, que pode gerar dúvidas, medos e outros sofrimentos. O amor que flui, por ser sábio, está sempre se adaptando e pulsando sobre a realidade total da vida da pessoa. Ela ama mais do que uma pessoa. Ela ama a vida, ama a tudo, porque o amar passa a ser o jeito desta pessoa viver.

Tendo no amor tantos benefícios, cabe ao ser humano deixá-lo fluir, retransmiti-lo.

Todavia, é necessário coragem, disciplina e confiança. O obstáculo mais difícil a ser superado é a confiança. Para o amor fluir é necessário que a pessoa abandone a ilusão de ter pleno controle sobre sua vida. O amor leva ao desconhecido o que gera sensação de desproteção. E o ser humano age como uma criança traumatizada que valoriza antes de tudo a proteção. Quando o amor aparece, trazendo a desproteção, o ser humano constrói muitos pensamentos e crenças que lhe afastam do fluir do amor.

Coragem e confiança são necessárias para abrir mão dos conflitos internos e das ideias pouco evoluídas. O prêmio é um grande prazer de fluir junto com o amor e ser abençoado por sabedorias e aprendizados evolutivos rápidos.

 

O ser humano é capaz de bloquear o fluir do amor. Mas, a energia sempre vibrará; portanto, sempre fluirá. O amor será substituído por quaisquer outros sentimentos ou sensações. Pode ser rancor, raiva, ansiedade, desejos, tristeza, alegria e outros.

 

 

Ajude o Blog Caminho Nobre recomendando esta postagem no G+, curtindo no Facebook, retuitando ou mandando o link deste texto por email.

 

 

Imagem

 

A vida da árvore, por ser “instintiva”, é um fluir. Ela retira da terra o que precisa.

À medida que ela se realiza enquanto árvore, ela entra em oferta. Ela cresce e seus galhos servem de pouso e abrigo para os pássaros.  Suas folhas são levadas para os formigueiros e seus frutos alimentam muitos animais.

A árvore não luta contra sua natureza; ela não tem esta opção. Ela não julga quem está comendo seus frutos, não critica a conduta dos pássaros e insetos que ficam juntos à ela. Ela deixa a vida fluir captando seus nutrientes e gerando folhas, frutos e galhos que são úteis para ela e para os outros.

Esta fluidez permite com que a árvore não gaste sua energia para sustentar bloqueios, como o humano é capaz de fazer. O menor esforço que a árvore pode fazer é realizar sua natureza. Se ela pudesse impedir a fluidez da sua natureza (para não dar frutos para um animal que ela considera ruim, por exemplo) ela teria que gastar grande parte de seus nutrientes e esforços para bloquear a si mesma. Nela teria que se autossabotar, judiar de si mesma, porque só desta forma poderia evitar sua frutificação.

A árvore flui, porque esta é a forma mais fácil dela viver bem e se realizar. O fluir garante o benefício do viver bem.

 

 

transforme em amor

 

 

Para refletir:

 

 

Vida é energia. Energia flui continuamente.

O ser humano é energia, ele vibra continuamente.

Ele pode vibrar baseado nas mais belas qualidades ou nos mais terríveis defeitos.

Todavia, jamais será capaz de bloquear o fluir de sua energia.

Se houver amor vibrará amor, se houver rancor vibrará a energia do rancor.

O ser humano é um conversor da energia que chega até ele.

Ele agrega características à estas energias.

Ao vibrar energias mais densas ficará mais cansado e “pesado”.

Ao vibrar energias mais sutis, mais nobres (energias “purificadas” pelo carinho, por exemplo) ele sentirá mais leve, cheio de força, em paz.

Possui melhor qualidade de vida para quem escolhe o que é mais importante para a vida do espírito.

Toda a natureza foi projetada para incentivar e recompensar quem escolhe o Caminho Nobre.

 

Regis Mesquita

Texto baseado nas ideias do livro Nascer Várias Vezes

 

Leia a introdução ao livro Nascer Várias Vezes

http://www.nascervariasvezes.com/p/introducao-do-livro.html

 

 

 

Campanha:

 

Siga o Blog Caminho Nobre por email.

 

Na coluna da direita, você encontra um lugar para digitar seu email. Após enviar seu email, você receberá um email de confirmação com link para você clicar e confirmar sua inscrição. Após esta confirmação você receberá todos os textos que forem incluídos no Blog Caminho Nobre.

 

 

 

Leia Também:

 

Mensagens espirituais inspiradas nos ensinamentos do livro Nascer Várias Vezes

 

Mente clara, a mente que abraça o amor

 

Aceitar viver a vida intensamente

 

Não julgue: uma regra para educar o espírito

 

Pablo Neruda, o poeta, explica os dois caminhos da vida e do amor

 

Todo bem que tu plantares será retribuído em vosso interior

 

livro

 Quero conhecer o livro do autor do Blog Caminho Nobre

 

 

Anúncios que porventura apareçam neste blog são de inteira responsabilidade do WordPress, que é o destinatário dos lucros com eles obtidos, e não têm absolutamente nenhuma relação com o conteúdo ou com o responsável pelo Blog Caminho Nobre.

A única venda que este blog indica são os livros de seu autor, Regis Mesquita. Todavia, entendo que o WordPress, que hospeda gratuitamente este blog, tem que ter seus próprios meios de sobrevivência.

 

 

 favoritos

O paradigma da montanha russa explica o porquê da sua pouca satisfação com a vida

 

montanha russa

 

Todos os anos dezenas de milhões de pessoas buscam prazer brincando na “montanha russa”.

Quanto mais radical, mais emoção. Como se dá esta emoção?

A pessoa entra na montanha russa e tem medo.

O medo provoca uma descarga de adrenalina que produz vários sintomas físicos e mentais.

Entre os sintomas mentais estão (preste atenção, porque voltaremos a eles no final do texto):

Focalização da mente (ela fica com a atenção totalmente focada na situação) Mais

A quietude da mente gera paz e serenidade

 

 

Mantenha a mente sempre serena e calma.

 

 

Regis Mesquita

 

 
Cena:

Um homem de terno e gravata sobe a pé pela rua com o capacete da sua moto enfiado na cabeça. Uma pessoa comenta: “que ridículo!” Ela completa seu julgamento com comentários negativos sobre o homem.

O que aconteceu foi isto:

1º) O homem andando de capacete pela rua foi o estímulo que entrou na mente da pessoa.

2º) O estímulo poderia ter acabado, mas continuou. Ela associou o estímulo com os valores e crenças que existiam na sua mente.

3º) Ela agiu de modo condicionado: quem está acostumado a julgar sempre julgará. Portanto, ela se interessou em manter na sua consciência o julgamento. Por isto, comunicou-o em voz alta.

4º) Sua mente foi tomada por uma sequência de pensamentos. Todos eles aprendidos e copiados anteriormente na sua vida. Ela é uma repetidora.

5º) Sem perceber sua mente ficou tomada de sentimentos e pensamentos negativos.

Mais

O primeiro passo para mudar a realidade é mudar você mesmo

 

respire fundo e comece a mudar sua própria vida

Regis Mesquita

 

Uma mulher rezou durante anos para seu marido alcoólatra mudar. Sua fé foi tão grande que somente desistiu depois de 20 anos.

 

“Que Deus é este que permite o sofrimento de quem só faz o bem?” Este foi seu pensamento nos momentos finais de sua fé.

 

Seu raciocínio era simples: se o marido mudasse, ela viveria melhor.

 

Outra mulher rezou muito pedindo força e sabedoria para se transformar. Ela tinha um marido alcoólatra e sofria com isto.

 

Ela decidiu lutar para manter a família unida, mas sabia que para conseguir seu intento deveria aprender a não ser infeliz.

 

Esta outra mulher assumiu a responsabilidade de sua vida e de sua felicidade. Ao longo dos anos foi ganhando força, amadurecendo, aprendendo e desenvolvendo várias habilidades.

 

Ao invés de me preocupar, irei ofertar

 

Sou o responsável pela minha vida

 

Aceitar viver a vida intensamente

 

O marido continuou alcoólatra, mas ela estava cada vez mais evoluída. Tão evoluída que pouco sofria com o marido que tinha. Seus filhos tiveram nela o exemplo e a orientação sensata para crescerem sadios e trabalhadores.

 

Ela manteve sua fé. Seu pensamento era assim: “eu me ajudei, Deus me ajudou e juntos ajudamos minha família”.

 

Duas mulheres que partiram da mesma situação. Dois resultados muito diferentes.

 

Uma buscou culpados. A solução não vem dela, e sim de Deus e do marido. Ela não evoluiu, ficou do mesmo jeito por longos anos. Não enfrentou suas dificuldades, nem suas limitações e defeitos. Ela, assim como o marido, ficou paralisada.

 

A outra buscou a verdade: “todos têm que evoluir, vou assumir a responsabilidade pela minha vida e minha felicidade”. “Se eu evoluir em áreas nas quais nunca evoluí serei mais completa e, portanto, mais capaz de gerar minha felicidade”.

 

A evolução exige aprendizado. Aprendizado exige movimento, experimentação e descoberta. É por isto que amar é um verbo.

 

Observe esta pequena poesia escrita por mim:

 

“Enquanto o amor pulsar, algo bom acontecerá. Pois amar é verbo e verbo gera ação.

Enquanto houver amor haverá atitudes, haverá braços estendidos e sorrisos abertos.

Enquanto houver amor a destruição será contida. Pois onde o amor impera sempre haverá o renascer.

Amor é movimento, é o ideal para quem evolui, aprende e amadurece”.

Regis Mesquita

 

Ao abrir mão de evoluir, a primeira mulher paralisou o Fluxo da Vida. Desta forma, ela matou o renascer, o desabrochar, a descoberta e a emersão de uma vida de paz, realização e equilíbrio.

 

Regra um: o primeiro passo para mudar a realidade é mudar você mesmo. Se prepare para ser melhor e poder ofertar mais.

 

Regra dois: tente não depender de ninguém e nem de nada quando for produzir o bem e gerar virtudes.

 

Regra três: se possível trabalhe em equipe. Se não for possível escolha seguir o caminho que irá gerar os melhores frutos para o espírito que você é.

 

Regra quatro: respire fundo! Abandone os julgamentos e tenha bem estar!

 

 

Eu agradeço muito se você recomendar esta postagem no G+, curtir no Facebook, retuitar ou mandar o link deste texto por email.

 

 

Leia: mensagens espirituais inspiradas nos ensinamentos do livro Nascer Várias Vezes

 

 

conhecer livro  nascer

Nascer Várias Vezes

 

Leia também:

 

A dificuldade de dizer “Eu te amo”

 

Para a consciência seguir a lógica do espírito é preciso treinamento

 

A evolução espiritual é facilitada quando se tem a completude

 

A família é o campo de provas para a evolução do espírito

 

Mentalização: ótima opção para descansar a mente e sair do negativismo

 

Mente clara, a mente que abraça o amor

 

 

 

Siga o Blog Caminho Nobre por email.

 

Na coluna da direita, você encontra um lugar para digitar seu email. Após enviar seu email, você receberá um email de confirmação com link para você clicar e confirmar sua inscrição. Após esta confirmação você receberá todos os textos que forem incluídos no Blog Caminho Nobre.

 

 


Benevolência ajuda a desenvolver o bem estar e a paz

Compartilhe as imagens desta postagem com seus amigos.

 

 

Entradas Mais Antigas Anteriores

%d blogueiros gostam disto: