Viva simples, mas viva Intensamente

 

O que te leva à grandeza é começar de onde você está e usar o que você tem.

 

 

A tarefa do ser humano é viver intensamente.

 

Esta intensidade é importante para o espírito se expressar com mais facilidade.

 

É muito mais fácil viver intensamente quando se tem uma vida simples. Por isto, jamais confunda uma vida simples com uma vida simplória ou superficial.

 

Explico: você deve viver todos os momentos da vida com intensidade alta. Ou seja, você deve ampliar todos os aspectos reais e nobres presentes em cada ação.

 

Por exemplo:

você tem que cortar a grama da sua casa. Você pode dar intensidade cortando a grama com raiva ou pode intensificar cortando com boa vontade. O ideal é que você tenha a ação (cortar a grama) e mais a ação nobre (boa vontade). Assim a vida fica mais intensa.

 

Para viver sem desgastes e sem brigas na sua mente:

  • você escolheu ter grama em casa; a grama cresce e precisa ser cortada. A aceitação deste fenômeno é a base para você ter boa vontade. Se você tiver aceitação e boa vontade não existirá briga no seu interior (briga: quero ter grama mas não quero cuidar da grama).

 

O que acontece quando a pessoa tem muitos desejos?

O mais comum quando se tem muitos desejos é transformar prazer em desprazer, transformar a paz em ansiedade,  transformar a simplicidade em complicação e transformar o dinamismo em acomodação negativa.

 

Exemplo:

quero morar numa casa com gramado, quero ter uma casa de praia com gramado, quero mais isto, quero aquilo.

Cuidar de tudo demandará muito trabalho, muito esforço e será difícil ter boa vontade para tudo isto.

Ter muitos desejos complica a vida, torna as experiências superficiais e gera muito stress.

 

 

Leia também: Simplicidade e humildade geram o bom senso

 

 

O excesso polui e destrói a sua mente da mesma forma como polui e destrói a natureza. Confie: suas reais necessidades são muito menores do que você acredita.

 

 

Abandone a vida complexa e viva melhor com a vida simples

 

Uma vida simples acontece quando estabelecemos limites para nossos desejos e é valorizado o autocontrole e a autoprivação.

Somente assim é possível darmos profundidade, coerência e autenticidade em nossas ações, pensamentos, sentimentos e sensações.

 

O oposto da vida simples é a vida complexa. 

Ela surge quando a mente está recheada de desejos, crenças e condicionamentos.

A vida caminhará na superficialidade e a pessoa acabará prisioneira dos seus desejos, das suas imaturidades e da cultura que a envolve.

Basicamente, ela usa a mente reativa que é negativa em sua essência.

O resultado quase sempre é a insatisfação.

 

(Aprofunde lendo este texto sobre as condicionantes que aprisionam a mente, clique aqui)

 

Quantas pessoas você conhece que consideram a vida corrida?

Ou dizem que o tempo está passando muito rápido?

Estas sensações são sintomas de vida superficial (múltiplos desejos mais a dispersão de esforços).

A mente reativa nunca permite que a pessoa esteja plenamente presente.

Ao não estar presente, a mente não percebe o passar do tempo.

 

  • Lembre: perceber é primeiro passo para usufruir. Estar presente é a condição para perceber.

 

A superficialidade e os múltiplos desejos tornam complexas e complicadas a vida das pessoas.

Para agravar, o culto do ego torna as pessoas cada vez mais dependentes do que é exterior.

 

A vida complexa dificilmente é uma vida intensa, com coerência e autenticidade.

E sem estas características a força do espírito, o conhecimento do espírito, a sensibilidade do espírito, e todos os recursos do espírito ficam INIBIDOS.

(Você deve se aprofundar neste conhecimento lendo o livro A Espiritualidade no Dia a Dia, clique aqui e comece a ler agora)

 

 

As origens da simplicidade: a sabedoria e a autoprivação

 

Exemplo:

uma pessoa gostava de acampar. Mas, poucas vezes acampava porque sua vida era ocupada por centenas de outras necessidades e vontades.

 

Por ter acampado pouco, tinha pouca experiência. Tinha pouca experiência profunda, aquela experiência que somente é adquirida com a repetição e com a busca de soluções para novas situações.

 

Exercícios de Sensibilidade e Sintonização

 

Focar o presente e a simplicidade para amplificar a satisfação

 

Gerando boas vibrações para dinamizar a vida

 

 

A dispersão de interesses e a multiplicação de desejos tornam todas as “experiências” muito superficiais.

Começa, abandona, muda o foco, dispersa, não cria, não constrói. Pouca sabedoria surge daí.

 

A autoprivação é a principal forma de bloquear esta DISPERSÃO.

Não vou ter, não vou, quero mas não terei, etc.

A autoprivação permite o foco, a repetição, o aprofundamento da experiência.

 

Para o espírito conta muito o aprofundamento da experiência.

Isto é válido no amor entre as pessoas (namoro, casamento, amizade); também é válido no desenvolvimento de habilidades e de qualidades.

 

A superficialidade induz a pessoa a ser consumidora e copiadora.

O aprofundamento leva a pessoa a ser criadora e geradora de boas experiências.

Boas experiências motivam; boas experiências com sabedoria criam motivações de longa duração.

(Um recado para quem tem pouca motivação, clique aqui).

 

Outro exemplo do dia a dia:

alguém que nunca fez um bolo, resolve fazer um. Pega a receita e copia tudo o que está lá.

Como tem pouca experiência, tem mais dificuldade e mais chance de errar.

Como copia, não consegue expressar o que existe dentro de si (ser criativo, por exemplo).

Fazer bolo será difícil, complexo e mais sujeito a erro (e com menos “toque pessoal” – inovação).

 

A vida da maior parte das pessoas é como fazer um bolo pela primeira vez: tem sempre que copiar algo e agir com pouca eficiência e maior dificuldade.

 

Se esta pessoa continuar fazendo bolo, ganhará experiência e tornará fácil criar suas próprias receitas.

 

Aonde entra o espírito nesta questão de fazer bolo?

 

1) Usar qualidades e habilidades para facilitar o compartilhar.

Por exemplo, ela tem experiência em fazer bolo; por ter habilidade ela se propõem a fazer um bolo para uma reunião de amigos.

Lembre-se: colaborar, ajudar e servir colocam em movimento forças interiores muito poderosas. Se você tem experiência profunda, tem habilidade e tem facilidade, será mais fácil colaborar e servir.

 

2) a sabedoria de fazer o bolo gera momentaneamente uma paz e quietude mental que ajuda ao espírito se expressar.

Momentos de paz são momentos propícios para manifestações espirituais, inclusive do próprio espírito.

É preciso aprender a prestar atenção, pois os conteúdos mais nobres aparecem de forma simples e sutil.

 

  • Aprenda: momentos rotineiros, também são momentos de escuta interior (desde que você utilize a sabedoria para gerar paz e serenidade).

 

 

https://www.facebook.com/ocaminhonobre/

 

 

A espiritualidade está presente em todos os momentos da vida

 

Frase atribuída a Einstein: “penso 99 vezes e nada descubro. Deixo de pensar, mergulho no silêncio e a verdade me é revelada”.

 

Einstein era um defensor da importância da intuição. A intuição é a mente e o espírito produzindo pensamentos, sentimentos e sensações de dentro para fora.

 

O que você tem que entender é que esta produção DE DENTRO PARA FORA acontece a todo o momento e está presente em sua vida em todas as situações.

Eu, Regis Mesquita, coloquei o nome do meu segundo livro de “A Espiritualidade no Dia a Dia” para realçar que em todos os momentos a espiritualidade está presente.

 

 

Concluindo:

 

a) viver intensamente significa ter foco e atenção no presente.

b) além do foco é importante intensificar o que é nobre em cada situação.

c) a autoprivação não permite que os desejos te desviem do que é mais importante na sua vida.

d) ter experiência profundas permite desenvolver pequenas sabedorias. Elas são facilitadoras de grandes sabedorias espirituais.

e) a sabedoria criadora e geradora de boas experiências é fundamental para a plena expressão do espírito.

 

Jesus, Gandhi, e tantos outros somente demonstraram sua FORÇA E SABEDORIA INTERIOR porque foram pessoas de ação e com foco.

Viveram intensamente, desenvolveram sabedorias e realizaram grandes obras espirituais.

 

Em vários textos do Blog Caminho Nobre aonde você encontrará esta mensagem:

“Dica de estudo: os textos do blog Caminho Nobre devem ser lidos pelo menos 4 vezes. Mais vale ler várias vezes um texto, do que ler rapidamente vários textos. Os melhores aprendizados sempre ocorrem a partir da segunda leitura. Na terceira e quarta leituras você memoriza os ensinamentos. Depois, pratique-os com perseverança.”

 

Agora você sabe que os melhores aprendizados não vêm da quantidade de textos lidos, mas da repetição, reflexão e prática de cada texto lido.

Os melhores resultados vêm da experiência profunda, as experiências que são intensificadas pela repetição, pela ampliação do que é nobre e que geram boas experiências de vida.

 

Ler menos textos e ler várias vezes cada um dos textos escolhidos.

Esta é uma das formas de intensificar a vida: valorizar e se focar naquilo que realmente vale a pena.

Ou seja, você vai se privar de ler muitos textos (autoprivação), para repetir e se aprofundar em outros (focar).

 

Dê tempo e condições para que o conhecimento que vem de fora se transforme em sabedoria que pulsa dentro de você.

 

 

Autor: Regis Mesquita

Contato e Terapia: regismesquita@hotmail.com

 

 

Quer receber nossos emails?

A cada 30 dias mandamos um email com novidades e textos especiais.

Solicite através do email de contato acima.

 

 

Livro: A Espiritualidade no Dia a Dia

Este livro foi escrito para orientar o leitor do Blog Caminho Nobre na sua mudança interior.

Conheça e Leia:

 

 

 

 

Leia textos sobre a importância da autoprivação:

 

É a privação que garante equilíbrio para minha vida

 

Uma vida simples para ter tempo para amar. Aprendendo a criar as condições para o amor fluir em sua vida.

 

O lugar das perdas em uma vida boa

 

Coma Menos, doe mais – compartilhe. Aprenda a atingir vários objetivos e multiplicar o seu prazer.

 

Reduzir o consumo é a única forma de ter uma vida realmente ecológica. O prêmio é uma maior satisfação interior.

 

 

Vários textos sobre dar mais intensidade à vida: clique aqui 

 

 

Muitas posses é desordem mental, tensão visual, limpeza, dívida, menos felicidade. Leo babauta

 

 

ACOMPANHE O BLOG CAMINHO NOBRE NAS REDES SOCIAIS

 

Conheça o canal Caminho Nobre no Youtube

 

Twitter de Regis Mesquita

 

Instale o aplicativo DIA A DIA ESPIRITUAL no seu celular

 

Instagram de Regis Mesquita

 

 

 

Gosto de cuidar de mim e me proporcionar uma vida de paz e oração.

 

 

 

Centenas de imagens com belas mensagens para você compartilhar gratuitamente.

 

 

 

DIREITOS AUTORAIS

 

Os textos do Blog Caminho Nobre, escritos pelo seu autor Regis Mesquita, estão REGISTRADOS junto ao Escritório de Direitos Autorais da Fundação Biblioteca Nacional.

Proibida a reprodução! Este artigo não pode ser reproduzido por meio impresso, eletrônico ou qualquer outra forma sem a autorização escrita do seu autor (SAIBA MAIS).

 

 

 

 

4 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Trackback: Mitos da vida moderna: eu me acomodei, isto não é bom « Caminho Nobre
  2. Trackback: Estimulando a Felicidade | Caminho Nobre
  3. Trackback: A quietude da mente gera paz e serenidade | Caminho Nobre
  4. Trackback: Meu tempo é precioso e eu quero me oferecer o que há de melhor | Caminho Nobre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: